Economia & Energia
Ano VIII -No 44:
Maio-Junho 2004  
ISSN 1518-2932

No 44setae.gif (977 bytes) English Version   
 

BUSCA

CORREIO

DADOS ECONÔMICOS

DOWNLOAD

OUTROS NÚMEROS

e&e No 44

Apoio:

 

Página Principal

Textos para Discussão:

Metodologia Simplificada para Estimativa da Evolução da Produtividade de Capital

Produtividade do Capital: uma Limitação a mais ao Crescimento Brasileiro

Opiniões:

Inspeções Nucleares e Não Proliferação

As inspeções nucleares no Brasil 

Tratado de Não-Proliferação Nuclear

e&e por autor
e&e por assunto

http://ecen.com
Vínculos e&e

guestbook

Veja também nosso suplemento literário

http://ecen.com/
jornalego

 

Textos para Discussão:

Produtividade do Capital: uma Limitação a mais ao Crescimento Brasileiro

A evolução produtividade de capital em relação a do trabalho é analisada para seis países com objetivo de entender as causas da estagnação - já por um quarto de século - do PIB/habitante no Brasil. A produtividade de capital tem caído nestes últimos anos sem a correspondente elevação da produtividade do trabalho - ou de sua proxi a renda per capita. O comportamento das produtividades de capital e do trabalho para Itália, Japão e Coréia parecem (surpreendentemente) poder ser descritos pela simples função de Cobb-Douglas (ou Solow com crescimento zero de tecnologia).  Os outros países analisados (Chile, Índia e Brasil) seguem trajetórias bastante diferentes mas, enquanto dos dois primeiros parecem ter encontrado a trajetória de crescimento reduzindo as perdas na produtividade de capital o Brasil o Brasil não consegue aumentar seu PIB/habitante.

Metodologia Simplificada para Estimativa da Evolução da Produtividade de Capital

A aplicação de metodologia simplificada para avaliar a produtividade de capital propicia a análise deste parâmetro para países para os quais não estão disponíveis dados mais completos. A confiabilidade da aplicação da método simplificado é discutida e ela é aplicado a seis países onde a variação da produtividade de capital foi importante nas últimas décadas.

Opiniões:

Inspeções Nucleares e Não Proliferação

A independência de opiniões é princípio entre os membros da e&e anunciada, desde nosso número zero e cultivada nestes mais de sete anos da revista. O debate público envolvendo as inspeções nucleares da AIEA na usina de enriquecimento de Resende tem como figuras principais dois integrantes da e&e o Vice-Almirante Othon Pinheiro da Silva e o Professor José Goldemberg. Energia nuclear é um assunto relevante para o futuro energético e tecnológico brasileiro e envolve aspectos estratégicos que é necessário olhar com atenção.

 

As inspeções nucleares no Brasil e o mictório público francês.

A adoção, dentro do Acordo Nuclear com a Alemanha de uma tecnologia denominada "jet-nozzle" de enriquecimento, considerada por muitos economicamente inviável, levou o almirante Othon Pinheiro da Silva, autor do artigo, a propor uma linha independente de enriquecimento por ultracentrifugação. Em quatro anos foi realizada a primeira operação de enriquecimento de com ultracentrífugas integralmente idealizada, projetada e construída no Brasil. Um pouco da história do processo e da posterior colocação do projeto sobre salvaguardas nucleares da ABACC e da AIEA é relatado pelo autor incluindo o uso "mictório público francês" para resguardar a tecnologia. As conseqüências que novas ameaças de uso de artefatos nucleares contra países sem armamentos nucleares possam trazer para a proliferação nuclear também são comentadas.

 
O Tratado de Não-Proliferação Nuclear TNP.

Haverá, em 2005, uma conferência internacional - que ocorre a cada cinco anos - para rever os sucessos e insucessos do TNP. O Brasil faz parte de um grupo de sete países que se organizaram numa "Coalizão da Nova Agenda", na qual o nosso atual chanceler, Celso Amorim, foi muito atuante e lutou para que o controle do acesso a armas nucleares, dos países que não as possuem, seja vinculado ao desarmamento dos que as possuem, tornando o mundo menos perigoso do que é hoje.  (Transcrito do O ESTADO DE S.PAULO)

 

Graphic Edition/Edição Gráfica:
MAK
Editoração Eletrônic
a

Revised/Revisado:
Monday, 05 March 2007
.

Contador de visitas